22.6 C
Amambai
sábado, 15 de junho de 2024

Sul-mato-grossense morto no Rio será enterrado com vestimenta que usaria no show da Taylor Swift

Gabriel Mongenot, assassinado na praia de Copacabana, será enterrado nesta terça-feira (21) em Campo Grande.

Foto: Divulgação

Alanis Netto/Correio do Estado

Gabriel Mongenot Santana Milhomem Santos, de 25 anos, morto na praia de Copacabana durante um assalto na madrugada do último domingo (19), será enterrado nesta terça-feira (21) no Cemitério Santo Antônio, em Campo Grande.

O jovem estava no Rio de Janeiro para assistir ao show da cantora e compositora norte-americana Taylor Swift, que traz ao Brasil a ;The Eras Tour;, com agenda no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Conforme noticiado pela Folha, primas da vítima, que também estavam no Rio de Janeiro para o evento, revelaram que Gabriel será enterrado com a vestimenta que havia customizado especialmente para assistir ao show da cantora. O corpo ainda será transportado para Mato Grosso do Sul nesta segunda-feira (20).

O Crime

De acordo com Boletim de Ocorrência registrado pela Polícia Civil do Rio, um grupo de quatro amigos estava na praia de Copacabana quando foi abordado por dois criminosos, que anunciaram o assalto. Segundo as autoridades, Gabriel não reagiu ao assalto, mas, mesmo assim, foi esfaqueado.

A vítima não resistiu, e morreu no local. O corpo foi encontrado na areia da praia na esquina da Rua Figueiredo de Magalhães com a Avenida Atlântica, com perfurações de objeto cortante e sem os pertencentes.

A Polícia Militar do Rio de Janeiro informou que o suspeito de matar o jovem, apontado como Jonathan Barbosa, foi preso na mesma região algumas horas depois do crime. Ele já teria diversas passagens criminais, como porte de arma de fogo, roubo, furto, lesão corporal, homicídio e receptação.

Ainda segundo as autoridades, o suspeito estava preso antes de cometer o crime, mas conseguiu um alvará de soltura na Justiça e havia sido solto algumas horas antes de esfaquear Mongenot. Outros dois homens, identificados como Anderson e Alan, também foram presos em flagrante, e confessaram participação no assalto.

O crime foi registrado como latrocínio, roubo seguido de morte.

Mongenot

Natural de Mato Grosso do Sul, Gabriel estudava engenharia aeroespacial em Minas Gerais, e tinha formatura prevista para o próximo ano. 

Nas redes sociais, ele se descrevia como um estudante ;encantado por temas de exploração espacial, descobertas científicas e música;, e afirmava ainda que buscava ;desafios que me coloquem em cenários em que eu possa aprender e contribuir;.

Ele é filho da secretária-adjunta de Assistência Social de Campo Grande (SAS), Inês Mongenot.

Repercussão

Na data de ontem (19), a Prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes (PP), manifestou seu pesar nas redes sociais.

;Diante de uma partida tão abrupta e dolorosa, espero que você [Inês] e sua família encontrem em Deus a serenidade necessária para lidar com este momento desafiador;, escreveu Lopes.

A prefeita ainda pediu para que a comunidade direcione as orações à família. Confira a nota na íntegra:

;É com o coração pesado que expresso os meus mais profundos sentimentos pela perda do seu amado filho, Inês Mongenot. Diante de uma partida tão abrupta e dolorosa, espero que você e sua família encontrem em Deus a serenidade necessária para lidar com este momento desafiador.

Neste período de tamanha tristeza, desejo que a paz seja o refúgio que os console e guie na jornada de superação. Que a lembrança do seu filho Gabriel seja um farol de amor e que vocês encontrem conforto nos momentos mais difíceis.
Estou aqui, com toda a disponibilidade e carinho, para apoiá-la no que for preciso. Aos amigos, peço que orem pela família Mongenot;.

Com informações de Folha Press

2023-11-20 11:18:00

Leia também

Últimas Notícias

Fale conosco Olá! Selecione um contato.