27.5 C
Amambai
domingo, 23 de junho de 2024

Pantanal: Ibama registra recorde de contratações de brigadistas para combate ao fogo em 2024

Pantanal tem 2ª pior temporada de incêndios dos últimos 15 anos. Ao todo, 145 brigadistas serão contratados para atuação no bioma, em Mato Grosso do Sul, neste ano.

O PrevFogo, órgão vinculado ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), nunca contratou tantos brigadistas para o combate aos incêndios do Pantanal em Mato Grosso do Sul como neste ano. Ao todo, serão 145 profissionais atuando contra o fogo no bioma em 2024.

A última liberação para os contratos foi realizada nesta segunda-feira (10). O Ibama autorizou a contratação de 45 novos brigadistas para atuarem no combate aos incêndios no Pantanal. A medida foi publicada, nesta segunda-feira (10), no Diário Oficial da União (DOU).

A portaria com as novas contratações foi publicada durante momento crítico no bioma. Neste ano, a temporada das chamas, que começaria em julho, chegou mais cedo e com força: em Mato Grosso do Sul e no Mato Grosso, os focos de incêndio nos seis primeiros meses de 2024 aumentaram 1025% se comparados ao mesmo período de 2023.

O responsável pelo PrevFogo em Mato Grosso do Sul, Márcio Yule, comentou que o maior número de contratados havia sido registrado em 2023, quando 142 brigadistas foram admitidos.

“Nunca contratamos tanto. A metade dos contratados já começou a trabalhar em 1º de junho. Os outros 70 brigadistas vão iniciar o trabalho agora em julho e seguem até o fim de dezembro”, destacou Yule em entrevista ao g1.

As brigadas contam com a seguinte equipe:

  • 1 brigadista chefe de brigada;
  • 2 brigadistas chefes de esquadrão;
  • 12 brigadistas, para a prevenção e combate aos incêndios florestais.

Yule especificou as quantidades de brigadistas federais por região de atuação, em Mato Grosso do Sul. Veja a descrição abaixo:

  • Pronto Emprego Corumbá – 45 brigadistas;
  • Brigada Federal Indígena (BRIF) Alves de Barros (Porto Murtinho) – 25 brigadistas;
  • BRIF Tomazia (Porto Murtinho) – 25 brigadistas;
  • BRIF Limão Verde (Aquidauana) – 16 brigadistas;
  • BRIF Taunay Ipegue (Aquidauana) – 18 brigadistas;
  • BRIF Cachoeirinha (Miranda) – 15 brigadistas;
  • Um Supervisor em Campo Grande.

Fogo no Pantanal

Pantanal: Ibama registra recorde de contratações de brigadistas para combate ao fogo em 2024
Fogo se espalha pelo Pantanal. — Foto: Guilherme Giovanni /Arquivo Pessoal

Em Mato Grosso do Sul (onde está 60% do Pantanal no Brasil) foram registrados 698 focos, entre janeiro e junho de 2024. No ano passado, foram 62 no mesmo período. Em Mato Grosso (onde fica 40% do bioma), foram 495 focos de incêndio em 2024, contra 44 em 2023. Somando os números dos dois estados, foram:

  • 🔥 2024: 1193 focos de incêndio entre 1º de janeiro e 7 de junho;
  • 🔥 2023: 106 focos de incêndio entre 1º de janeiro e 7 de junho.

Os dados são do Programa de BDQueimadas, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), e também revelam que, em 2024, o Pantanal já tem o 2º maior índice de incêndios desde 2010, atrás apenas de 2020, quando o fogo consumiu cerca de 4 milhões de hectares — o equivalente a cerca de 26% do bioma. Veja o gráfico abaixo.

Pantanal: Ibama registra recorde de contratações de brigadistas para combate ao fogo em 2024

Especialistas explicam que o período das chamas no Pantanal, que seria entre os meses de julho e agosto, pode durar até seis meses. Porém, neste ano, o fogo chegou mais cedo, e a seca também.

Leia também

Últimas Notícias

Fale conosco Olá! Selecione um contato.